Gateiros

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

9

A história da Pózinha

No dia em que ela chegou em casa
Ela tinha 45 dias de vida quando chegou até nós, era um sabado, dia 02/03/13, no dia seguinte minha filha completaria 2 aninhos, e eu queria fazer uma surpresa, uma amiga, uma irmã, uma companheira que a seguiria para o resto da vida.
Sua vida não começou das melhores, fora abandonada em uma praça junto com 4 irmãozinhos, e assim ela foi viver conosco.
Ela chegou pequenina, e achamos que assim ela ficaria... tinha tudo para ser uma cachorrinha pequena, mas realmente ela ñ cresceu, mas sim suas patas, eram finas e compridas, iguais de cães de corrida, e ela era magra, e linda!
Quando ela chegou, perguntei a minha filha qual seria o nome dela, e na epoca com seus recente 2 aninhos, na sua paixão pela galinha pintadinha ela disse "Pó", e assim virou Pózinha!


Pózinha sempre foi tranquila, a Clarice SEMPRE pintou e bordou com ela, de puxar todas as partes de seu corpo magrelo a pinta-la com suas canetinhas! Sim, a Clarice adorava mexer com a Pó, mas uma unica coisa que a Clarice ñ gostava (e eu nunca entendi o motivo) era q a Pózinha ñ podia subir em nada, cama, cadeira, sofá, poltrona... nada! A Clarice ñ deixava! A frase que mais se escutava aqui em casa era "dexe pózinha", a gente tentou de tudo ate brigar para ela deixar a pó subir onde quisesse, mas ela chorava, fazia escandalo, se a cachorra ñ descesse, e assim nós e a pó nos acostumamos com isso, a clarice só falava e a pó ja sabia, descia rapidamente!

raros momentos da pó em cima do sofá

A pózinha era uma cachorra muito confiavel, todos aqui da rua a conheciam, quando a Clarice ia brincar na calçada ela ia tb, e ficava cuidando, se algum estranho se aproximava seus pelos se eriçavam e ela rosnava, mas tinha que ser realmente alguém estranho, ela nunca fez isso com visitas ou com pessoas passando na rua, apenas com algumas pessoas especificas.... ela estava ali para nos proteger...

Infelizmente Pózinha não viveu muito....
Com 7 meses, ela ainda era um bebê, ainda nem sabiamos o seu tamanho exato pois ela ainda cresceria, quando ela ficava de pé já ultrapassava a Clarice, estava enorme, mas ainda cresceria mais...
Mas num dia desses em que ela foi para a calçada onde todos estavam, ñ percebemos quando ela seguiu meu esposo... ele ao ver que ela estava do outro lado da avenida, foi em direção a ela chamando e brincando, mas ela sabia que ñ podia estar ali, e antes que levasse bronca, ela voltou... so que ela era um cachorrinho de casa, e ñ sabia que existe o tempo certo de atravessar uma rua, e assim um onibus a pegou, foi rapido e com certeza foi indolor, pózinha nos deixou, deixou a Clarice que todos os dias pergunta por ela... e ela esta fazendo muita falta....
Me culpo por ñ ter percebido que ela saiu de perto de nós, meu marido se culpa por ñ ter conseguido chamar sua atenção evitando que ela voltasse para onde estavamos... E assim a gente passa os dias imaginando que ela poderia ainda estar aqui....
Muitas saudades Pózinha....


Onde vc estiver... muitas saudades....

9 comentários:

✿ chica disse...

Que tristeza que nos dá isso,não? E Clarice como ficou? É difícil pra elas entender! Pena, sinto muito! beijos,chica

Blog da Pink disse...

Que notícia mais triste! Foi um acidente que não tem explicação e ninguém deve se culpar, o mais importante é que enquanto ela estava com vocês foi muito feliz mesmo não podendo subir no sofá! Força pra vocês!
Beijos
Laís e Pink

Magda disse...

Que tristeza Carol...
Esses anjinhos deveriam ser eternos, no entanto, permanecem eternos em nossos corações.
Beijos.

Lívia Fernanda disse...

Se tem um responsável por essa tragédia, eu culpo o motorista de ônibus!! Puxa vida, eles andam na maior velocidade sem se importar com nada! Quando estou de moto ao lado de algum em uma avenida, já reparei, eles andam a mais de 70 km por hora!! É muita velocidade para um veículo tão grande circulando em um ambiente cheio de pessoas e outros animais!! Deveriam prestar mais atenção e protejer as vidas alheias!!

Beijinhos, fiquem bem!!

Milene disse...

Que triste, já chorei um monte ao ler teu post. A saudade que fica dói muito.
Concordo com a Lívia, os motoristas de ônibus voam e fica bem difícil evitar um atropelamento assim.
Beijocas e muita força pra vocês e pra Clarice lindinha

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Sentimos muito, Carol
Que Pósinha descanse em paz
Beijinhos saudosos para você e a Clarice
Com todo carinho de
Verena e Bichinhos

Nikita disse...

Carol, eu não sabia que vocês tinham uma cachorrinha. Que triste ela partir tão cedo:( Sinto muito!

Bjs, Nèia

Luma Rosa disse...

Oi, Carol!
Poxa vida! Que triste! Imagino a falta que estão sentindo, principalmente Clarice. Quando criança, tive vários animais de estimação, aprendi que eles vivem menos que nós e minha mãe sempre dizia que eles tinham ido para o "céu". Assim era mais fácil aceitar.
Beijus,

Manoel Carvalho disse...

ola, que tal expressar todo o amor pelo seu bebê através de uma linda canção produzida exclusivamente pra ele ?

acesse nosso site
www.studiopersonalmusic.com

visite as categorias recem Nascido,homenagens ,aniversario e ouça as amostras.

www.studiopersonalmusic.com

quem vc ama merece um presente que Toque.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...